Descubra quais são os 7 erros ao fazer o fluxo de caixa da sua empresa

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Sua empresa está fazendo o fluxo de caixa da maneira correta? Descubra 7 erros que você pode estar cometendo.

No texto de hoje vamos entender a importância do fluxo de caixa. Pequenas empresas, em sua maioria, têm dificuldades na gestão financeira, e muito disso passa pelo fluxo de caixa. Sem um fluxo de caixa correto e completo a empresa terá grandes dificuldades com suas questões financeiras.

Alguns erros parecem simples, mas podem estar minando totalmente o seu controle. No texto de hoje vamos ajudar empreendedores a não cometer esses erros, dessa forma, conseguindo um fluxo de caixa bastante fluído.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta que serve para organizar as entradas e saídas de uma empresa, 

Dessa forma, ele garantirá que informações sobre as entradas e saídas sejam precisas, em determinado período. Para que o fluxo de caixa seja feito de forma eficiente, será necessário que os lançamentos sejam feitos de forma correta.

Qual a sua importância para uma empresa?

O fluxo de caixa irá gerar diversas informações, será através dele que a empresa poderá ter uma gestão financeira eficiente. Sendo fundamental para empresas de todos os tamanhos. 

Afinal, será através desses dados que a empresa terá a noção verdadeira se ela está ou não saudável financeiramente.

Tipos de fluxo de caixa 

Vamos conhecer alguns dos tipos de fluxo de caixa:

  • Fluxo de caixa projetado: são as projeções dos valores para o futuro do caixa da empresa;
  • Fluxo de caixa operacional: identifica o fluxo das receitas e das despesas operacionais, dentro de um determinado período;
  • Fluxo de caixa direto: onde ocorre os registos dos recebimentos, de forma bruta, sem os descontos aplicáveis;
  • Fluxo de caixa descontado: nesse tipo será possível projetar as riquezas (lucros) que a empresa terá condição de conseguir no futuro;
  • Fluxo de caixa para investimentos: através dele será possível analisar as melhores opções de investimentos para a empresa;
  • Fluxo de caixa livre: será através dele que será possível entender se a empresa terá ou não, capacidade para gerar saldo livre positivo no curto, médio e/ou do longo prazo.

7 erros ao fazer um fluxo de caixa 

Vamos conhecer agora 7 dos principais erros ao desenvolver um fluxo de caixa na sua empresa:

Não controlar direito o seu fluxo de caixa

Um erro de todo empreendimento é não controlar seu fluxo de caixa. Sem esse conhecimento do setor financeiro, será impossível manter a sua empresa saudável.

Ter controle de entradas e saídas será fundamental para saber o seu lucro real. Dessa forma, será possível entender, manter e investir o seu lucro, além de pagar todas as contas e ter dados verdadeiros sobre o seu caixa.

Não atualizar diariamente o fluxo de caixa 

Um erro que ocorre muito é não atualizar o fluxo de caixa diariamente, e apenas fazer isso no final do mês (principalmente em empresas de pequeno porte). 

Agir dessa forma, irá aumentar as chances de erros. Se algo não for lançado, já irá alterar a conta. 

Ter os lançamentos feitos de forma diária e organizada irá evitar surpresa e tudo que estiver lançado terá uma chance gigantesca de estar correto, garantindo novamente, dados reais para análise da empresa.

Não categorizar as suas contas

Na organização de uma empresa, será muito bem-vinda a categorização das contas, garantindo um gerenciamento mais fácil e organizado. Dessa forma, não haverá mistura de informações sobre a origem ou finalidade do dinheiro.

Separar os impostos dos salários dos colaboradores, irá ajudar na hora de organizar os pagamentos, por exemplo. Também será possível elencar níveis de prioridade, organizando da forma que seja mais efetivo para o andamento da empresa.

Não estabelecer um controle financeiro

O controle financeiro usará de indicadores para entender o andamento da empresa. Dessa forma, será possível entender o desempenho do empreendimento. 

Além disso, será através de bons indicadores que a empresa poderá corrigir problemas e maximizar o uso do dinheiro para investimentos. O mesmo vale para o fluxo de caixa, que terá dados mais precisos.

Misturar as contas pessoais com as contas da empresa

Esse já foi um assunto tratado aqui, porém, vale a pena ressaltar neste também. É um fato que muitas empresas em seu começo costumam misturar as contas da empresa com as contas no empreendedor (pessoa física).

Isso é totalmente desaconselhável, para ter um controle (total e de fluxo de caixa) e o trabalho não interferir em casa (o contrário também ocorre), saiba sempre separar as contas da pessoa física com as da pessoa jurídica. 

Não utilizar um software para a gestão financeira

Isso é algo que irá ajudar qualquer empresa a ganhar tempo. Empresas pequenas (e algumas, um pouco maiores também), muitas vezes, utilizam de planilhas (do Excel) para fazer todo o controle financeiro da empresa.

Por mais que seja possível organizar dessa forma, os dados estarão suscetíveis, além de não ter aplicações para ter um controle completo. Aposte em um programa, ainda que básico, para ajudar na gestão financeira, garantindo mais eficiência e dados precisos. 

Entradas e saídas ficarão muito mais organizadas fazendo seu fluxo de caixa em um programa adequado.

Superestimar as previsões de lucros

A regra aqui é ser realista. Tenha sempre uma previsão real sobre seus lucros. Jogar muito para baixo ou muito para cima, poderá trazer um impacto negativo para os negócios. Dessa forma, é preciso ser bastante preciso no controle (e na categorização) do fluxo de entradas e saídas, evitando lacunas, para ter uma visão verdadeira.

Conclusão

No artigo de hoje, aprendemos sobre o que é fluxo de caixa, a sua importância e seus principais erros. Com isso será possível corrigir os erros que estão ocorrendo na sua empresa. 

Novos (e pequenos) empresários, geralmente, passam por dificuldades na hora de elaborar um fluxo de caixa. Dessa forma, devem sempre buscar cada vez mais conhecimento sobre. 

Continue lendo nosso blog para mais artigos úteis, e acesse nosso canal no YouTube, temos diversos vídeos e podcasts sobre assunto do cotidiano de um empreendimento. Não perca!

Agradecemos a leitura e nos vemos em breve.

Mais artigos

Capa Blog_Novo ano, novas metas

NOVO ANO, NOVAS METAS

Um novo ano quase sempre carrega aquele sentimento de força e recomeço: temos 365 novas chances de agir de maneira assertiva e

LOCAÇÃO DE SALAS

Na SMART Escritórios inteligentes, em nossos ambientes de coworking, temos resultados reais de clientes que já economizam 90% em custos para sua empresa.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Salas Alto Padrão

Contratação online, sem burocracia

Localização Estratégica

Capacidade para até 150 pessoas

Projetor | TV LED

Café, chá e água à vontade

Ar Condicionado

Rede Wi-FI com link dedicado

ENDEREÇO FISCAL

Com o SMART FISCAL, temos resultados reais de clientes que já economizam mais de R$ 4.000,00 por mês em custos para sua empresa.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Adesão 100% Online

Endereço Fiscal/Comercial

Gestão de Correspondências

Descontos

Localização Estratégica

Escritórios de Alto Padrão

Clube de Vantagens

Sem Mais Taxas

COWORKING

Inaugurada em 2014, a SMART Escritórios Inteligentes foi criada com
o propósito de democratizar o acesso a escritórios executivos de alto
padrão, com planos acessíveis e agilidade na contratação.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Adesão 100% Online

Endereço Fiscal/Comercial

Gestão de Correspondências

Descontos de 20%, 40% e 70%

Localização Estratégica

Escritórios de Alto Padrão

App Smart

Sem Mais Taxas