Você conhece os 5 estágios do empreendedorismo?

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Se você prestar atenção a estes 5 estágios você já começará seu negócio na frente da concorrência!

Empreendedorismo é, por definição, criar e implementar novas ideias. 

Portanto, a criatividade aliada ao planejamento vai fazer você ter sucesso no mercado.

Existem alguns fatores que diferenciam o bom gestor dos demais. 

Se você quer ser um bom gestor de negócios, sugerimos que antes de ler este artigo você dê uma lida neste outro aqui.

Vamos começar a destrinchar este assunto que é extremamente, que é o empreendedorismo, começar novos projetos, abrir novas empresas, criar novas marcas e modelos de trabalho.

Para isso, definimos os 5 principais estágios do empreendedorismo que vão levar você desde a concepção de uma ideia até ter o seu próprio negócio.

Vamos lá!

1. A ideia

Todo negócio que você conhece, começou quando alguém teve uma ideia. 

Quando se identifica uma necessidade, cria-se uma demanda de mercado. Logo aprece uma ideia para suprir esta demanda.

Não menospreze ideias! Às vezes elas podem não parecer tão interessante, mas cedo ou tarde podem ser necessárias, ou se juntar a outras para completar um projeto.

Por outro lado, seja crítico com a sua ideia. 

Pense se as pessoas realmente vão querer usar o seu produto ou serviço, ou será apenas mais do mesmo? Cuidado com mercados que têm muita concorrência.

Eduque-se sobre a sua ideia. 

Sempre há algo mais que podemos descobrir que vai agregar valor ao seu produto. 

Escute a opinião de amigos, porém, mantenha-se firme com seu feeling corporativo.

2. Análise do mercado

Agora vem um passo vital que algumas pessoas saltam e terminam por fracassar por causa disso. Você deve analisar o mercado antes de pensar em entrar nele.

É o mesmo que verificar que uma piscina esteja cheia e quem está dentro dela antes de entrar.

Estas pesquisas vão servir para você saber onde posicionar a sua marca.

Primeiramente, analise se há uma necessidade do seu produto ou serviço. 

Com o avanço da tecnologia, muitas coisas já caíram em desuso, e aqui você precisa analisar para prever como será o mercado no futuro.

Logo, faça uma análise minuciosa da concorrência. Pesquise quais são os seus preços, suas virtudes, o que oferecem, onde oferecem, para quem oferece, etc.

Se você não pode fazê-lo apenas se passando por cliente, você deve contratar uma agência de marketing para ajudar nesta pesquisa. 

Acredite, você não vai querer errar neste ponto.

Saiba onde seu produto se destaca. Para isso, é preciso pensar fora da caixa. Se você não sabe como fazê-lo, leia este texto sobre quebra de paradigma.

Uma vez que você tiver todos estes dados a mão, você vai poder posicionar a sua marca no mercado. 

Isso é, saber qual preço vai ter em comparação à concorrência, em que canais fazer a publicidade, etc.

3. Plano de negócios

Aqui é onde você vai começar a traçar a sua estratégia de empreendedorismo. 

Agora que você já sabe que a sua ideia pode virar um negócio e que este negócio tem espaço no mercado, chegou a hora de pôr a mão na massa!

Neste estágio você vai definir o que se conhece como visão da empresa. Esta é a que orienta as ações do seu negócio, tanto a curto e médio quanto, pensada a longo prazo.

Seja realista quanto a sua visão. 

Não trace metas impossíveis de alcançar a longo prazo nem metas demasiadamente otimistas a curto e médio. O empreendedorismo exige que você tenha os pés no chão.

Aqui é onde você vai pegar a calculadora! 

Pense em quanto você pode colocar no capital inicial da empresa, quanto você precisa investir no projeto e coloque estes números na balança.

Logo, veja quanto você precisa faturar, quanto vai gastar em matéria-prima e onde você pode diminuir os custos. 

No início, não queira ser uma multinacional cheia de funcionários e prestadores de serviço. Lembre-se: pés no chão.

Nesta fase, você deve compartilhar conhecimento

Falar com empreendedores que já estão a mais tempo no mercado pode ser de grande valia para não cometer erros que eles já cometeram.

4. Plano de marketing

Agora que você já desenvolveu o negócio, você precisa divulgá-lo. 

O marketing é uma das ferramentas mais importantes do empreendedorismo e deve ser bem usada para dar retorno.

Lembre-se que o marketing faz as pessoas conhecerem a sua empresa. O que reverte em lucratividade e clientes assíduos é oferecer um bom produto ou serviço!

Depois que você fez a análise do mercado no segundo estágio, você já descobriu onde você quer posicionar a sua marca. Isso vai definir onde você vai anunciar o seu produto ou serviço e de que forma.

Se você ainda não consegue ver esta necessidade ou não ficou claro, leia este artigo que com certeza vai te ajudar a entender melhor!

5. Ponto de venda

É óbvio que a sua empresa não pode existir somente na sua cabeça. Mesmo para existir no meio virtual, você vai precisar de um lugar onde conectar-se e estar atualizando sua página, rede social ou aplicativo.

Para isso, você vai precisar de um local físico onde você e seu grupo de trabalho vai ter reuniões, receber clientes, etc., por isso este não pode ser a sua casa, onde você tem familiares, tarefas e distrações.

Já falando sobre o lado legal, você vai precisar de um endereço fiscal para a sua empresa. Aqui você entende mais sobre este assunto.

Como fazer isso sem gastar rios de dinheiro em aluguel ou compra de um escritório? 

Uma das dicas que temos é usar o modelo coworking. Para saber se o seu negócio se encaixa neste modelo, leia este artigo e informe-se.

Trabalhando com afinco durante estes 5 estágios do empreendedorismo você está pronto para entrar no mundo do empresariado.

Se você gostou das nossas dicas e concorda que o coworking é a ferramenta mais econômica para ter escritórios e salas de reuniões de nível executivo, clique aqui e descubra a unidade mais próxima a você!

Os profissionais da Smart Coworking são reconhecidamente os melhores e mais capacitados para ajudar você neste começo de viagem através do mundo do empreendedorismo! 

Não fique aí parado esperando as coisas acontecerem! Entre hoje mesmo em contato com a Smart Coworking e comece com o pé direito!

Mais artigos

Capa Blog_Novo ano, novas metas

NOVO ANO, NOVAS METAS

Um novo ano quase sempre carrega aquele sentimento de força e recomeço: temos 365 novas chances de agir de maneira assertiva e

LOCAÇÃO DE SALAS

Na SMART Escritórios inteligentes, em nossos ambientes de coworking, temos resultados reais de clientes que já economizam 90% em custos para sua empresa.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Salas Alto Padrão

Contratação online, sem burocracia

Localização Estratégica

Capacidade para até 150 pessoas

Projetor | TV LED

Café, chá e água à vontade

Ar Condicionado

Rede Wi-FI com link dedicado

ENDEREÇO FISCAL

Com o SMART FISCAL, temos resultados reais de clientes que já economizam mais de R$ 4.000,00 por mês em custos para sua empresa.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Adesão 100% Online

Endereço Fiscal/Comercial

Gestão de Correspondências

Descontos

Localização Estratégica

Escritórios de Alto Padrão

Clube de Vantagens

Sem Mais Taxas

COWORKING

Inaugurada em 2014, a SMART Escritórios Inteligentes foi criada com
o propósito de democratizar o acesso a escritórios executivos de alto
padrão, com planos acessíveis e agilidade na contratação.

/ ESCOLHA SMART E TENHA OS MENORES CUSTOS

Adesão 100% Online

Endereço Fiscal/Comercial

Gestão de Correspondências

Descontos de 20%, 40% e 70%

Localização Estratégica

Escritórios de Alto Padrão

App Smart

Sem Mais Taxas